terça-feira, setembro 01, 2009

Cinema, resistência do chuveiro, depilação, noís e um mico

Final de semana eu estava um pilha. Uma vontade imensa de sair correndo, dançar na discoteca, conversar até altas horas e paquerar. Saímos. Na verdade a balada que íamos em Cesário Lange furou. Fomos comer. Ué, quem não tem cão, caça com gato.VOU PRA SAMPA AGORA! Na correria de arruma a mala rapidão, e tal... “Beijos Nina. Terça estou aqui só pra você”. Despeço-me da minha cheficchia. “Filha, tô chegando em Sampa”. A mensagem que enviei a Hémily, dizia isto. Chegando em casa, nada da Ana no apto, e sim de corpo da mesma, presente no bar da frente. Fomos comer um comercial: Arroz, feijão, fritas, ovo e bife com guaraná. Apenas eu comi. A Hémily na dieta comeu apenas uma coxinha, fritas de polenta e suco de lata LIGHT de uva. Pra que o light, pra quem comeu coxinha? No outro dia com a mesma pele. (Boa, porque tomei banho frio. Resistência do chuveiro estava queimada). Já que estou aqui. Agora são 13h23min, vou assistir BRUNO e ANTI CRISTO. Porque eu mereço. SEE U THEM!

Brüno, o sem noção

O filme é super divertido, mas o legal mesmo é o começo. No mundo fashion, ele quer esta em todas, e sempre apronta nas suas entrevistas. Na primeira fila, ele não perde nenhum lance. E na hora de entrevistar as personalidades, ele sempre solta uma das suas perguntas diabólicas. Uns entra no jogo, outros ignoram o coitado. Mas ele é cara- de- pau. Ele sendo VIP, os outros que se exploda. Seu visual, sempre over, não passa despercebido nem um momento. Você já se imaginou num macacão de velcro? Que desastre. Não sabia que um macacão feito apenas com a parte áspera do velcro, causaria tanta confusão. O filme tem uma duração curta, mas vale a pena ver por todos. Imagina o Sasha Cohen fazendo helicóptero com seu pipi? Ele fez. E virou abertura do programa do personagem Ich Brüno. Lembrando que o sotaque “austríaco- inglês” do filme é hilário.

Anticristo trouxe o femicidio para o século XXI

ads_antichrist

Filme bastante tenso e cheio de “erotismo”. Um sexo satânico. O inicio mostra o que o filme precisa. Num cenário frio, mostra com cuidado a sensação de visão em um sonho, visão de pensamento. A câmera desfocada, da esta impressão. Aborda assunto que vem do século XVI. Acredito que é da época que em voga esta o bruxismo. Vou pesquisar melhor. O filme é bom, e prepara seu coração. Porque se cortar a perna com serrinha no filme, “Jogos Mortais” foram aterrorizantes. Então se prepara pra ver novamente. Só que na outra perna. Rarará!

Depilação a cera já foi bicho de 07 cabeças

Nas minhas andanças, encontrei um salão esteticista perto de casa. Curioso, fui ver a depilação masculina. Gostei do preço e deixei mais ou menos agendado. E no outro dia... _Ai meu deus, será que consigo? Vai doer...tô tenso. Pedi ajuda pra Ana e ela deu risada, e disse que ia ficar delicia. Vou então. Chegando, já tremendo de medo, vem a Bruna. Uma menina linda e meiga, mas como qualquer outra depiladora com olhares malvados. Conversa vai, conversa vem ela examina tudo, e no papo- manso ela me faz deitar na maca. Ela começa a explicar que a fabricação da cera, é ela mesmo que faz e que é de alga marinha. Perguntei se quebra a cera e se precisa passar mais de uma vez no local. Ela disse que não. Em uma puxada, sai tudo. E quando ia perguntar se ia doer, ela já passou duas pinceladas nos dois lados da barriga. E eu com os olhos arregalados, questiono: “ Isso, significa que não tenho como correr?” VRAAAP... AIII, PUTA QUE PARIU! Assim que ela puxou, já massageando me senti aliviado. Pensei que a dor era maior. Ufa! A Bruna tem mãos de fada. E sem contar a simpatia e paciência. Porque tenho certeza que homem dá mais trabalho que mulher neste quesito depilação. Depois de tudo vem a esfoliação, todo cuidado e com isso ela ganhou um cliente. E com certeza recomendo, e vá sem medo. A Bruna é como a Emilia do Sitio do pica- pau amarelo. Com o pózinho de Piri pim- pim tudo fica lisinho. SHAAZZAMMMM!

XOXO Henrique a.k.a Bruno em Cesário Lange

Extra:

Estou chegando da rua agora. São 02h17min da madruga, e vocês não sabem o mico que passei agora. Moro no terceiro andar. Pensando na vida, subi de escada (sempre subo de escada, porque sou saudável) e me deparei com uma porta. Coloquei a chave, e... Nada da porta abrir. Tento várias vezes, fazendo muito barulho e nada. Toco a campanhia, Din- Don , Din- Don , Din- Don , Din- Don … e bato na porta forte pra acordar as meninas. Pensando que a porta poderia estar emperrada. De repente uma voz estranha. “Um momento”. Gente, para tudo. “ERA O APARTAMENTO DA VISINHAAAAAAAAA”. Ainda distraído, assim que ela abriu um pouquinho a porta, eu forço pra entar. Ela sustada olha pra minha cara e empurra a porta contra e pergunta: “Quem é você?” “Eu moro aqui.” Respondendo achando que era uma amiga das meninas. Mas não. Gente, que vergonha, gente que vergonhaaaaaa... Na cara dura, sem pensar duas vezes olho pra ela e digo: “ Ops! Apartamento errado”. Que mico do caramba. Subi mais uma escada e cheguei em casa. MORRRRRENDO DE RIRRRRRRRR e de vergonha. Calma, não estava bêbado. Foi distração mesmo.

Detalhe: Quando apertei a campanhia, ainda pensei: “Ué, nossa campanhia estava quebrada. Como funcionou agora?” Mané!

Um comentário:

fe disse...

uhahuhauhuhauhuhuha
keria ter visto esse mico!!!
uhahuhauhuhauhuahua

BML